Menu

sábado, 3 de novembro de 2012

Filme: Moulin Rouge - Amor em vermelho




" Christian (Ewan McGregor) é um jovem escritor de poesia e que enfrenta seu pai para poder se mudar para o bairro boêmio de Montmartre, em Paris. Lá ele recebe o apoio de Henri de Toulouse-Latrec (John Leguizamo), que o ajuda a participar da vida social e cultural do local, que gira em torno do Moulin Rouge, uma boate que possui um mundo próprio de sexo, drogas, adrenalina e Can-Can. Ao visitar o local, Christian logo se apaixona por Satine (Nicole Kidman), a mais bela cortesã de Paris e estrela maior do Moulin Rouge. Por acaso ele acaba tendo o desafio de escrever uma peça patrocinada por um conde e assim é levado a ajudar o cabaré a se transformar em teatro, o que ele não esperava era que o conde se encantasse por sua amada e a ficção e o real se fundissem, numa linda e trágica batalha pelo amor. "

Estou no céu. Estasiada com Moulin Rouge. Nunca pensei que fosse encontrar um filme que expressasse tanto minha personalidade em relação a cinema, literatura, música: Romantismo, arte, vintage, sofisticação. Logo nos primeiros minutos de filme meu coração bateu forte e meus olhos brilharam. É Paris. 1900. Cabaré. Elegância. Brilho. Poesia. Espetáculo. Tragédia. Ciúmes e principalmente amor. Como pode um filme ser tão maravilhoso?

Uma coisa que sempre me conquista nos livros e filmes que leio e vejo é a ambientação, a " atmosfera. " Como aquela futurística em Feios, a apavorante e melancólica de A sombra do vento ou a de O circo da noite ( que considero seu ponto forte ) estranhamente parecida com a de Moulin Rouge. Impecável. O cuidado com o cenário, figurino, os efeitos desde os mínimos detalhes foi tanto que o espectador se sente em outra dimensão, tragado para um mundo noturno de luzes, paixão, pura magia. Muito luxo predomina assim como na fotografia tons de vermelho e dourado, o que tornou o filme ainda mais vibrante e deslumbrante. Com toda certeza o mundo do cabaré Moulin Rouge é aquele que sonho em encontrar em minhas leituras.

O amor de Satine ( Nicole Kidman ) e Christian ( Ewan McGregor ) intenso, verdadeiro, cheio de tormentos e obstáculos. Os atores desempenharam um ótimo papel. Christian é o típico boêmico sonhador e inocente que se apaixona pela cortesã, cobiçada e solitária. Isso te lembra algo? O filme foi inspirado em A dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho. Genial não? Mesmo trágica a trama tem muita comédia, várias cenas me arrancaram risadas, como aquela do quarto! * Risos * O longa ao todo é para lá de excêntrico, com todo seu luxo e exagero, personagens e passagens pitorescas...

A música é outro ponto alto de MR. Adoro musicais ( tenho o sonho besta de ser artista de musicais ) e logicamente músicas de musicais, que são por natureza grandiosas, emocionantes e no filme não foi diferente. Mas o interessante é que músicas pop como Like a virgin de Madonna e I will always love you de Withney Houston foram levemente adaptadas e inseridas na trama. O resultado foi ótimo.

Resumindo: Moulin Rouge é um filme musical encantador, glamouroso,  com uma fotografia, ambientação e figurinos magníficos, ótimas atuações, uma mescla de gêneros interessantes com uma trilha sonora linda, uma verdadeira obra de arte. Transmite ao telespectador vários sentimentos e emoções, como amor, tristeza, fúria de forma poética. Sem dúvidas entrou para o roll dos favoritos, acho que encontrei minha alma gêmea cinematográfica.

Ouça a trilha sonora aqui!

         

2 comentários:

  1. Gi, não creio que ainda não tinha assistido! O filme é sua cara!!
    É maravilhoso mesmo!
    E, flor, I Will Always Love You é da Whitney Houston, não da Celine, viu? Hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei este filme e acho engraçado ter assistido apenas uma vez.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir