Menu

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Achados em bibliotecas


Amo comprar meus livros, escolher cuidadosamente, esperar chegar, o cheio de novo, nada como ter na estante, " ser dona ". Porém não resisto também a uma boa biblioteca ou um livro emprestado. Afinal que não gosta de livro grátis? Duas bibliotecas que visito sempre é a biblioteca da minha escola e a biblioteca municipal de Frutal. A primeira infelizmente anda  desfalcada graças ao descaso dos funcionários já a segunda tem uma variedade enorme de livros técnicos e literatura! Um sonho. A seguir uma listinha de alguns ótimos livros que achei em minhas visitações. Confira meus achados!

1984

1984" não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em 1984 , o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de se ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.
É minha leitura do momento, um livro denso e sério, distopia franca, vai direto ao ponto, estou amando conhecer um dos títulos percursores da distopia, um estilo tão genial!


O Segredo do Anel

O Legado de Maria Madalena é um bilhete de embarque para uma viagem de aventura, suspense e romantismo em que um anel enigmático é a chave para a descoberta de um segredo muito bem guardado por mais de 2.000 anos. Uma leitura instigante e transformadora que joga luz sobre pontos obscuros da História oficial e revê o papel feminino ao longo dos séculos.
 Segue o estilo de Código da Vinci, um mistério que nos revela uma versão alternativa sobre o maior personagem da história ocidental: Jesus Cristo. É fascinante conhecer esse lado humano de Jesus, conhecer o homem, o profeta iluminado, prometido a Maria Madalena, que não, não é uma prostituta aqui! O legal é que mesmo contradizendo a Igreja a versão da autora não diminui o caráter divino nem a mensagem de amor de Cristo! A autora ainda dá a possibilidade da história da protagonista, Maureen ser verídica! Marketing ou sinceridade? 


Sem tempo para chorar
   

Rússia. 1905. Chavala tinha apenas 16 anos quando a mãe morre no parto e deixa em seus ombros toda família. Seu caminho seria atravessado por todas as dificuldades e desafios de ser judia no início do século XX, sempre lutando para sobreviver ela conheceria a dor, o amor e não importa o tempo que se passasse o sonho de ir para América resistiria a todas as provações.
Essa é uma história linda, emocionante. A saga de uma família e principalmente de uma menina corajosa e apaixonada. Me lembrou o estilo da minha diva D. Steel, terminei o livro abalada, consumida por todas as emoções e personagens. É um banho de cultura judaica: através de Chavala, Dovid... vivemos o que é ser judeu, acompanhamos o nascimento do sionismo, de Israel, as grandes guerras, além de visitar lugares como Palestina, Rússia pelas páginas. Realmente me surpreendi, um dos melhores livros do ano até agora!



O Grande GatsbyObra-prima de Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby é o romance americano definitivo sobre os anos prósperos e loucos que sucederam a Primeira Guerra Mundial. O texto de Fitzgerald é original e grandioso ao narrar a história de amor de Jay Gatsby e Daisy. Ela, uma bela jovem de Lousville e ele, um oficial da marinha no início de carreira. Apesar da grande paixão, Daisy se casa com o insensível, mas extremamente rico, Tom Buchanan. Com o fim da guerra, Gatsby se dedica cegamente a enriquecer para reconquistar Daisy. Já milionário, ele compra uma mansão vizinha à de sua amada em Long Island, promove grandes festas e aguarda, certo de que ela vai aparecer. A história é contada por um espectador que não participa propriamente do que acontece - Nick Carraway. Nick aluga uma casinha modesta ao lado da mansão do Gatsby, observa e expõe os fatos sem compreender bem aquele mundo de extravagância, riqueza e tragédia iminente.

Estou super curiosa, tanto é o escândalo que estão fazendo em cima do filme. Não é prioridade de leitura, mas o livro é fininho, quando sobrar um tempinho, nas férias, talvez eu arrisque conhecer essa galera " vida louca " dos anos 1920. Eu que adoro livro retrôzinho não vou perder a chance de acompanhar aqueles que são considerados os avós da turminha poder de Gossip Girl! Fico na expectativa!


Jornada pelo Rio Mar
Em 1910, Maia, uma menina órfã de 13 anos, se muda para a Amazônia. Vai morar com parentes distantes, expatriados que tentam construir lá uma nova Inglaterra e tem medo de tudo o que é desconhecido e nativo da região. Maia logo se apaixona pela beleza e força do país e de seus habitantes. A menina vive muitas aventuras, entre elas, ajuda um menino inglês a seguir seu sonho de viver no Brasil, em vez de voltar para a Inglaterra.
Pausa para o suspiro! Gente, esse livro é tão encantador. Li a uns anos atrás e agradeço a sorte de ter topado com essa história sobre o Brasil escrito por uma estrangeira, mas não é um Brasil vulgar que estamos acostumados e sim um  lindo e mágico. É uma graça conhecer a amazônia e o país no início dos anos 1910 junto com a inglesinha Maya. Um livro premiado lá fora que merecia ser mais divulgado aqui para que como eu todo mundo pudesse ler e amar esse juvenil cheio de aventuras que ocorrem em nossas florestas e rios!

A Bailarina Fantasma
O Theatro José de Alencar é um lugar mágico. Foi construído em 1908 e graças aos cuidados que tem recebido, ainda conserva a mesma beleza e encanto do dia de sua inauguração . Parece inacreditável que seja possível sentar nas mesmas cadeiras em que tantas pessoas estiveram há cem anos, quando a cidade recebeu de presente essa jóia de arquitetura. Até hoje a empresa escocesa MacFarlane & CO, que forneceu o ferro para estrutura da sala de espetáculos, indica o Theatro José de Alencar como uma de suas obras mais bonitas, dentre tantas espalhadas pelo mundo. Além do material vindo da Escócia, a beleza desse teatro também conta com a obra de artistas plásticos, arquitetos e engenheiros brasileiros. Parece que os fantasmas gostam de teatros antigos. Com esse não é diferente. Há anos os funcionários e artistas que frequentam essa casa relatam histórias sobre uma bailarina jovem, bonita, quase transparente, que dança no palco pela madrugada, passeia pelos corredores e tenta fazer contato com alguém que não tenha medo do seu hálito gelado. A bailarina fantasma tem algo a dizer e uma história para contar. Sua vida se confunde com a vida dessa casa centenária. Só alguém com muita coragem será capaz de ouvir. 
* Geovanna dando pulinhos de alegria * Tenho uma paixão por histórias que envolvam teatro, balé, circo, já li tudo disponível sobre... sabe história meio Moulin Rouge,  quando soube desse livro foi pura emoção! Além de falar de uma bailarina, o cenário é o Brasil antigo que eu sempre tive muita curiosidade de conhecer mais, parte da história se passa no lindo Teatro José de Alencar! ♥ Ainda mistura romance, segredos, passado, drama. Muito eu. Uma das próximas leituras! 

E esses foram alguns dos ótimos livros que encontrei em bibliotecas por aí! Quem disse que só comprando compulsivamente leitores podem ser felizes? COMENTEM GALERINHA!

8 comentários:

  1. Gi, que livros incríveis!
    Eu tenho muita curiosidade sobre 1984 e O Grande Gatsby, mas fiquei especialmente curiosa sobre Jornada Pelo Rio Mar e A Bailarina Fantasma.
    Não os conhecia e os achei interessantíssimos!
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaai Mi! Jornada pelo rio mar repito, é lindo e encantador! Tenho vontade de reler, mas o livro já sumiu por ai! :c E A bailarina fantasma uma professora meio que me contou toda a história mesmo assim quero muito conferir, parece ser bem meigo!

      Excluir
  2. Eu comprei o 1984 pra mim por esses dias...mas vou te dizer, também amo achados em bibliotecas, sempre faço empréstimos nas da universidade. É bom porque nem sempre podemos ou queremos comprar logo o livro, e não deixamos de ler por isso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bibliotecas são o máximo e salvam nossa vida não é? Nada se compara a emoção de achar um livro legal no meio de tantos! E falta o money! Não dá para bancar todos os livros que quero ler de uma vez! Bem isso!

      Excluir
  3. Vários livros incríveis ;)
    A capa desse último é uma coisa linda de viver...rs

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  4. Esses livros são excelentes! Principalmente o último que você citou, "1984". Vai ser o próximo livro que começarei a ler, muitos falam bem dele, inclusive você. Adorei o seu blog Geo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anony. Realmente são ótimos livros, me surpreenderam. E quanto a 1984 super indico, é uma leitura diferente, densa, com muita informação, para quem procura algo bem enriquecedor e mais sério é perfeito!

      Excluir