Menu

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Cantinho da Dani: Resenha - As Possuídas

Título: As Possuídas (ou Mulheres Perfeitas nas novas edições)
Autor: Ira Levin
Editora: Círculo do Livro (e Bertrand Brasil - novas edições)
Número de páginas: 164
Ano: 1972
Onde comprar: Submarino/ Saraiva
Classificação: (4/5)

Sinopse: Para Joanna, seu marido Walter e seus filhos, a mudança para a linda Stepford parece boa demais para ser verdade. E é. Por trás da idílica fachada da cidade, esconde-se um terrível segredo - um segredo tão devastador, que aquela que se defrontar com ele jamais será a mesma.
  Ao mesmo tempo uma obra-prima do suspense psicológico e uma crítica feroz a uma sociedade dominada pela mídia, que valoriza a busca da beleza e da juventude a qualquer preço, "Mulheres Perfeitas" é um romance cujo desfecho é tão aterrador, que seu título original, The Stepford Wives (As Esposas de Stepford), passou a fazer parte do vocabulário norte-americano. (Saraiva)



  Ira Levin, conhecido por suas histórias de terror e suspense, entre as suas mais famosas obras está o clássico O Bebê de Rosemary. Mas, sinceramente, em As Possuídas não achei nada que me desse medo. E nem é história de exorcismo, por mais que o nome sugira. Acho que para a época foi um livro terrível, mas hoje em dia até a história da Branca de Neve dá mais medo.

  Entretanto esses fatos não desmerecem o livro, porque mesmo que ele não tenha conseguido me fazer sentir medo foi divertido ler. Li por indicação da Linara, em apenas um dia. É um livro bem leve, uma leitura agradável, bem para descontrair.

  Eu não encontrei bem o motivo, mas as novas edições mudaram o nome do livro para Mulheres Perfeitas, mas posso imaginar que seja por causa do filme. Sim, esse livro foi adaptado para o cinema. Duas vezes. A primeira em 1975 com o título Esposas em Conflito, esse não consegui assistir, não encontrei nas locadoras daqui e o FBI me impede de baixar. E a segunda, possivelmente muitos já assistiram, foi em 2004, Mulheres Perfeitas com a Nicole Kidman, porém é uma adaptação não muito compromissada com o livro, muda a história, o final, mas é um filme muito legal, uma comédia em que fica a essência do livro.

  Joanna, Walter e os filhos mudam-se para uma bela cidadezinha, Stepford, a cidade ideal. Mas Joanna começa a achar tudo muito estranho, todas as mulheres daquela cidade parecem muito obcecadas com trabalhos domésticos, as casas são impecáveis e estão sempre muito arrumadinhas, nunca passeiam e nem tem tempo para conversar com as vizinhas, parecem modelos que os comerciais idealizam. Também misteriosa é a tal Associação Masculina, onde os homens dizem resolver problemas sociais mas em que não é permitida a entrada das mulheres.

  O que tanto eles resolvem se Stepford é uma cidade tão impecável? E por que mulheres não podem participar? Um mistério envolve o lugar, até as suas amigas Bobbie e Charmaine que não eram adeptas dos trabalhos domésticos estão agora mudadas... O que é isso e como se salvar? Alguma coisa na água? No solo? Uma conspiração? É o que Joanna investiga e tenta fugir dos efeitos.

  Também é válido comentar sobre a crítica existente no livro em relação à sociedade, onde há uma disputa entre os sexos, a falta de personalidade e opinião das pessoas e a preocupação com a beleza e a aparência.


Dani Côrtes

6 comentários:

  1. Olá!
    Achei este livro bem interessante, pelo que vc diz ele é bom!

    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa, obrigada pela visita e pelo comentário! Beijos

      Excluir
  2. Minha indicação, rs e eu também não achei que a história dá medo.
    Não sabia que tinha filme baseado no livro, quem save eu veja algum.
    A resenha ficou muito boa Dani! ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Linara, obrigada pela indicação! Agora é a minha indicação que você assista o filme! Beijos

      Excluir
  3. òtima Resenha Dani!
    Achei o livro bem diferente. O título a primeira vista me assustou kkk, mas fiquei curiosa porque adoro essas coisas de conspiração e tal. kkk
    Nossa quantas vezes mudaram o nome do livro dessas adaptações em? Se eu fosse o autor não ficaria muito feliz com esse troca-troca...

    beijoo!!
    Brenda Lorrainy
    cataventodeideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAhah Brenda, que bom que gostou!!
      Também não gosto que mudem o nome dos livros, descaracteriza a obra, não acha?
      Obrigada pela visita e pelo comentário! Beijos!

      Excluir