Menu

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Prato do dia: Caio Fernando Abreu


Em "YA books - Qual a sua opinião" falei sobre ter a mente aberta e tentar novos horizontes,ousar e experimentar novos autores, livros...E incentivando essa ideia que espero que vocês não tirem da cabeça, trago o prato do dia literário,para que possam devorá-lo: Caio Fernando Abreu.
O gaúcho de Santiago "a terra dos poetas" vêm inspirando e influenciando a nova geração, aquela plugada em redes sociais onde retwittam, reblogam em seus Twitters e Tumblrs seus trechos, fazendo das palavras dele, as suas. Como um vírus Caio está infectando rapidamente o Brasil com o seu amor; amor e suas manifestações: hétero, homo, amor de mãe, amigo, amor ardente, platônico, e principalmente seu amor pela arte. 

O interior foi pequeno para ele.Cursou letras e artes cênicas na UFRGS e foi ser jornalista. Participou de diversas marcas importantes como a revista VEJA, da Folha de São Paulo e do Estado de São Paulo. Exilou-se durante a ditadura militar e isso influenciou sua escrita, escrevia, escrevia, escrevia, a vida era sua inspiração, as religiões, a música, os costumes, viagens, signos...Com diversas obras publicadas como Limite Branco, Onde andará Dulve Veiga?, destacou-se nos contos principalmente com "Morangos Mofados"  sempre que lembro dessa obra lembro da amiga que me apresentou o autor e não se cansava de falar sobre o livro e do quanto Caio era genial.

 Ele foi cedo demais. Era portador de HIV e morreu aos 47 anos em 1996, Porto Alegre. Fico pensando o que ele poderia ter feito se vivesse mais. Pois com o tempo ele já feita tanto, é uma pena sua partida precoce mas me dá esperança ver Caio ressurgir através da internet. Quem quiser saber mais sobre ele e seus livros vou deixar aqui o link de alguns deles: Morangos Mofados - Para sempre teu, Caio F. - Onde andará Dulce Veiga? - Os melhores contos de Caio Fernando Abreu
(Alguns links são para download outros para comprar).
Galera vamos dar uma chance para outras literaturas, inclusive a  nacional, que é rica, a gente só precisa saber desvendá-la e navegar por ela. Espero que tenham gostado do post e do Caio, essa é minha homenagem a ele.

2 comentários:

  1. Aprendi um pouco mais desse gênio, Caio Fernando Abreu. Já li, pelo Twitter e pelo Tumblr, muitos dos trechos de suas obras, e, só desse pouco que li, me apaixonei.

    O que você disse no final do post é verdade, temos que dar chances para a literatura brasileira, que é muito boa! Paulo Coelho, Cecília Meireles, Vinicius de Moraes, Rachel de Queiroz e muitos outros nomes que marcaram a literatura brasileira.

    Adorei o post em homenagem ao Caio F. pois ele merece!

    Beijos,
    wakeupthe-world.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Pra variar, adorei o post.
    Mostra sua admiração por ele, além de contar mais sobre sua vida e despertar com certeza a curiosidade daqueles que não conhecem seu trabalho.
    Não pude ler nada dele, ainda, mas amei os trechos que você destacou!
    Beijos!

    ResponderExcluir