Menu

terça-feira, 24 de julho de 2012

Melhores personagens femininas - elas abalam dentro das páginas!

E não é que certos personagens ficam marcados? Na memória, no coração. Só de lembrar a gente se pega sorrindo, relembrando cenas, quotes. Nem parecem meros personagens fictícios, porque o sentimento, o amor, admiração não é nada de mentira, é pura realidade! Para este top do mês atrasado, separei algumas de minhas milhares de personagens femininas, sim, mulheres, fortes, guerreiras, hilárias, espertas dos livros que eu adoro. Esse mês a coluna está de batom, toda cor de rosa, vem conferir! Senhoras e senhores eis as Melhores Personagens Femininas!

Imagine uma tia avó. Certamente você imaginou uma velhinha bondosa, toda grisalha, de fala mansa né. Esqueça isso tudo! Assim como a Lara, de Menina de Vinte. Ela tinha mesma imagem da tia avó, Sadie isso até o fantasma da própria lhe aparecer, como uma garota de vinte aninhos que parece ter saído diretamente dos anos 20, serelepe, falante e pra lá de aloprada! Gente, PARA TUDO que eu tenho que intimar o mundo a ler esse livro, porque ele é demais, e as protagonistas, Lara e Sadie são super mega bláster jumbo incríveis! Hilárias, morria de rir enquanto lia, tanto que tinha hora que pensava que ia bater as botas mesmo. AHHHH sabe aqueles personagens que a gente não consegue esquecer, que tranca lá no coração, sorri toda vez que se lembra e gosta de chamar de " Meu? " Então, são essas duas aí filhotas da tia Sophie Kinsella, principalmente a Sadie, ahhhh Sadie, louquinha de pedra, geniosa, um bocado mandona mas com um coração enorme e uma linda e triste história de vida! GEOVANNA <3 LARA E SADIE! <3

Fiona. Esse nome te lembra a princesinha ogra de Skreek? Para mim não lembra ninguém além de Fiona Finnegan de O chá do amor. Uma menina que em 1800 e bolinha, sonhava em ser milionária, ter sua própria loja de chá numa época em que as mulheres nasciam para serem esposas e mães. Perdeu a família toda, perdeu o amor de sua vida mas não perdeu o seu sonho e mesmo no fundo do poço, se levantou,  lutou bravamente e deu uma rasteira nos problemas e obstáculos, chegou onde ela sempre quis e além. Essa mulher é forte, corajosa, destemida, esteve a frente do seu tempo. Jurou vingança, que ia ser grande e conseguiu o que queria. Hey Fiona, eu tiro o chapel pra você!

 Se você era negro no Mississipi da década de 60 certamente sua vida era um inferno na terra. Nos Estados Unidos e provavelmente no mundo todo os negros eram humilhados diariamente, recebendo menos do que o salário mínimo, sendo mortos, espancados injustamente e sofrendo todo tipo de desrespeito todos os dias, e o pior, tudo isso era dado como normal, cotidiano. Em meio a todo medo e opressão três mulheres tem a coragem de lutar! Romper o silêncio e denunciar a realidade gritante que todos fingiam não ver: a situação desesperadora dos negros. E mesmo diante das ameaças, do alto risco, a doce e sábia Aibileen, a explosiva Minny e Skeeter desafiaram sua época, relatando a vidas das empregadas dométicas em Jackson num livro, A ajuda. Essa é a história de A resposta, um livro que sempre vou guardar no fundo do coração, que me apresentou essas mulheres guerreiras sem igual, que são uma verdadeira lição de força.



Tracy Withney de Se houver amanhã, antes era uma menina inocente, que levava uma vida perfeita, depois uma mulher que fora presa e condenada injustamente, vítima de um golpe, sedenta por vingança. Mais tarde uma irresistível criminosa, brilhante ladra de itens valiosos, especializada em roubar e enganar ricos inescrupulosos. Enfim, gente, essa mulher é um máximo. Cada roubo bem bolado que me deixou boba. Ela é uma anti heroína perfeita, torci, chorei e sorri com ela. Sidney Sheldon criou uma mulher louvável, uma personagem épica e como diz uma antiga gíria, do peru!




E como se esquecer delas? Gabriela e sua força e coragem? Danina e sua delicadeza? A amargurada Hillary? Ariana, Cristal, Zoya, Sarah, Daphne e todas as protagonistas de Danielle Steel? Impossível. Já fazem dois anos que leio livros da autora e que me encanto cada vez mais com suas histórias tristes e suas personagens grandiosas. Ah gente, amo tanto os livros dela, toda vez que leio algo da autora é como estar em casa, com pessoas que amo, tendo a certeza de que vou me emocionar. É indescritível expressar o quanto seus livros me atingem, só sei que vou sempre levar as heroínas da Steel no coração, não são mais meros personagens, fazem parte de mim, são como entes queridos, muito queridos.

2 comentários:

  1. Oi florzinha!
    A única personagem que realmente conheço dai é a Sadie! No começo, ela me irritou um pouco, mas não tem como não se apaixonar por ela! Ela me marcou muito também, eu sempre penso na cena dela dançando, dela olhando pro próprio retrato e dela respondendo o que ela estava pensando enquanto era pintada haha
    Amei o post, ainda vou ler algo da Danielle Steel!
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHHHHH Sadie! Tá pra nascer uma personagem mais hilária e cativante que ela! E dona Mi vc tem que ler DS! É uma experiência única, qualquer coisa, se quiser umas diquinhas, só dar um alô!

      Excluir