Menu

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Papo sério: Qualidade ou a quantidade?

Quando a leitura passa de um hábito saudável á obsessão? Você já parou para pensar nisso?  Acredito que a maioria que lê o blog, como eu, ama ler. Adoramos nos perder dentro de mundos fantásticos escondidos nas páginas. Amamos conhecer histórias, rir e se emocionar com elas. Nunca nos cansamos de falar e debater essas danadinhas, criamos vínculos e amizades graças á elas. Quando compramos um livro, é como adotar um  filho do qual vamos amar e cuidar eternamente... É amor, o mais puro amor. Mas, em excesso tudo passa. Isso se aplica aos livros?


Costumamos dizer que somos bookaholics, viciados em books, mas será que se formos literalmente viciados nesse hobbi, isso nos fará bem? É cada vez mais frequente as listinhas de " lidos no ano" ultrapassarem os 100 livros, o que é legal, parabéns, para aqueles que possuem a rapidez de leitura, o problema é que logo surgem as comparações, o " porque ele lê tão mais rápido que eu?" e o que antes era um prazer, vira  competição. Cada um tem um ritmo de leitura, porém muitas vezes é difícil de aceitar esse fato, são tantos livros e novidades á nossa disposição que queremos ler rápido.

Uma linha de pensamento anda tomando conta mesmo que ocultamente dos leitores: É  louvável ler 3 livros por semana, mas é chato ler 1 a cada 15 dias... não estou aqui para apontar o dedo e julgar ninguém, só venho propor uma reflexão: o que vale mais? Qualidade ou quantidade? Sou a favor da qualidade! Talvez um livro lido devagar, que é " degustado "  lentamente nos marca e faz bem mais feliz do que 5 lidos com pressa... só para aumentar a listinha dos lidos. Ler deve ser prazeroso, não um ato mecânico.

431748_344615448906663_144860508882159_1148568_1106598931_n_largeDemorei a entender isso, foi só descobrir a magia dos livros que pirei e só queria ler, ler e ler. Resultado: passava aulas inteiras lendo, não estudava direito nem na escola nem em casa, andava na rua com livro na mão, lia no intervalo, ficava mega chateada quando as leituras do mês eram inferiores á 5, não queria sair de casa por causa do pc e dos meus amados livrinhos... no fim fiquei satisfeita com os números que minhas leituras renderam,  mas chocada com a baderna que minha vida tinha virado por conta disso. O que era pra me distrair e divertir, estava sugando todo meu tempo, meus dias, minha alegria. Eu estava viciada.

Era hora de  repensar minhas atitudes e mudar. E foi pondo os pés no chão, foi saindo dessa ditadura da leitura, aceitando que não, não sou um flash e mesmo que o dia tenha 100 horas e não conseguirei ler 200 páginas diariamente, foi entendendo que por mais que eu deseje dedicar todo meu tempo ás páginas eu preciso estudar, ajudar em casa, cumprir minhas várias atividades, viver que cheguei ao equilíbrio. Vi que ler deveria colorir meus dias e não desbotá-los e hoje sou desencanada quanto a isso. Tudo bem se ler 10,30,50 ou 100 páginas por dia, ok se demorar quinze dias ou até um mês num livro... afinal, ler não é toda a vida, toda felicidade...  descobri isso da pior forma. Precisei sofrer para saber a diferença entre amar ler e ser viciada em leitura. 

Por isso prefira sempre a qualidade á quantidade, saboreie sem pressa os livros e o melhor que eles tem a oferecer, seja você, leia o quanto seu ritmo permitir, sem estresse, logo você verá que tendo qualidade, o pouco se tornará muito...

16 comentários:

  1. Adorei o post Geovana :3 , acho que devemos mesmo ter cuidado para isso não acabar virando um vicio :S , afinal 'tudo em excesso faz mal' já diz a minha avó :S.

    E pensando bem acho que também estou viciada :S, mas em um nível mais calmo u.u , eu leio 200 páginas por dia nos dias que tenho tempo ~ e eles são raros diga-se de passagem ~ , então isso é um nível leve né? rs'.

    Vou lendo variando se em um dia eu leio muitas páginas no outro vou leio menos ou então nenhuma :x, com isso leio, em média, 5 livros por mês (: rsrs'.

    Enfim, parabéns pelo post, super interessante :).


    Beijos,

    Cantinho de uma garota
    @thalita0liveira

    ResponderExcluir
  2. Hey Geovanna, ótimo texto!! Realmente é importante pararmos para pensar se esse hobbie deixou de ser um prazer e passou a ser um vício sem sentido. A vida não é feita só de livros, precisamos mesmo prestar atenção se estamos vivendo bem, pois, afinal, temos uma vida só!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yes, eu realmente estava dependente dos livros... ainda bem que abri os olhos e vi que estava indo pro buraco! Tudo na vida é uma questão de dosagem e bom senso, tudo em excesso faz mal...

      Excluir
  3. Muito legal a postagem,na adolescencia também fui um viciado em leitura,mas agora vou mais devagar,recentemente caí numa outra variável perigosa que é o consumismo,comprar livros demais sem ter necessidade ou tempo para lê-los,parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um vício em que graças á Deus nunca caí. Primeiro porque não tenho condição e comprar ao ponto de acumular livros não lidos. Segundo que justamente por causa de minha curta verba destinada á leitura sempre sou muito cuidadosa na hora de escolher minhas compras. Mas já comprei muito livro por impulso, e foi péssimo, pois no fim, descobri que o livro não era nem de longe meu estilo e o que eu esperava... Temos de ficar atentos para não cair na cilada do marketing que tenta de todas as maneiras nos enfiar guela a baixo títulos e o resultado geralmente é negativo... o consumismo acreditem ou não age até entre a literatura, sempre nos incentivando a comprar livros que não fazem falta...

      Excluir
  4. Concordo bastante com sua opinião! As vezes queremos ler tanta coisa que vamos colocando isso como uma obrigação em nossa vida. Vale muito mais demorar para ler um livro, uma semana, duas semanas, do que ler ele em 2 dias e não tirar o máximo dele. Já aconteceu muito comigo isso, de ler um livro muito rápido porque estava amando mas depois perceber que poderia ter "degustado" muito mais da leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... no fim, não faz diferença alguma se você leu 5 ou 50 livros no ano. Talvez 5 tenham valido bem mais do que 50 lidos sem atenção... cabe a nós ter bom senso!

      Excluir
  5. Realmente, tudo em excesso faz mal, até leitura!... Também tive minha fase de achar que tudo que importava eram os meus livros, mas com o tempo aprendi que existe um mundo além das páginas, um mundo que merece ser visto e apreciado. Entrar na faculdade de estudos literários também me ajudou a entender que um livro bem lido é mil vezes melhor que dez livros devorados e além disso fazer estudos literários me mostrou que eu não posso, que não é possível ler tudo...Também, imagina que chato seria já ter lido todos os livros do mundo. O poeta Mallarmè tem um poema que fala sobre isso, e suas impressões sobre ter lido todos os livros não é nada boa...



    estemeujeitodeler.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Boa, Geovanna!

    Também penso que devorar livros não é bom. Acho horroroso alguém "pular" várias páginas de um livro só para lê-lo rápido. Se eu fizesse isso, minha consciência perfeccionista não me deixaria em paz. Só "pulo" alguns parágrafos quando o livro é muito chato. Acho que não há necessidade de ler cem, duzentos livros por ano. Cada um deve ler no ritmo que consegue ou o negócio se torna estressante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não pulava páginas, nem conheço alguém faça isso... o que aconteceu foi que me deixei levar pela realidade que percebo, impera entre os jovens leitores: livro está virando sinônimo de consumismo, quanto mais e mais rápido melhor, todo o tumulto se deu por causa disso, me esqueci do verdadeiro sentido do livro, lê-lo, me divertir, apreciá-lo, sem neuras...

      Excluir
  7. Nossa adorei seu blog ... muito mesmo :D

    Fui uma completa viciada em livros por muito tempo.. minhas amigas chegavam a jogar meus livros no chão para eu dar mais atençaõ a elas .. kkkkkkk Mas nao lia para aumentar a listinha, lia por um desejo gigante de fugir desse mundo...
    Os meus professores chegavam a me falar que eu ia me dar mal lendo tanto .. mas tambem so qnd percebi minha vida acabada minhas notas no chão, longe de todos foi que resolvi parar .... hj em dia percebo que devo muito ler devagar, degustando cada palavra, imaginando cada cena .. e ate mesmo dar uma parada entre as leituras so pra fikar me lembrando e sentindo sdd dos personagens ...do que ler e no final nao conseguir absorver realmente nada ....

    E ... por realmente amar seu blog ... pode ter certeza que ganhastes uma nova seguidora fiel rs ...

    bjo bjooooo ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHHHH Daiane! Fiquei emocionada com o " ganhastes uma nova seguidores fiel rs" poxa vida, valeu! :)

      Então, eu também cheguei bem perto do fundo do poço. Eu lia a todo momento porque amava isso e também pra aumentar meus "lidos" pra não se sentir diferente da maioria do pessoal da blogosfera que lê muito mesmo! Eu estava presa na ditadura da leitura, criada por mim mesma... hoje vejo quanto tempo perdi, com meus amigos, família, escola... ainda bem que acordei para a realidade, senão poderia estar realmente doente hoje, muitos podem achar que estou exagerando, mas só quem sabe o que é ser viciado, só quem tem uma obsessão sabe como é. Sufocante...

      Enfim, que bom que gostou! Volte sempre!

      Excluir
  8. Ótimo post, Geovanna!
    Eu leio rápido, mas é porque sou afobada mesmo. PRECISO saber o fim dos livros.
    Aí, quando sinto que deixei passar alguma coisa, eu releio. Assim que estou fazendo com a série Harry Potter, que já reli mais de uma vez! :D

    Beijos,
    Miriam.
    bookerqueen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ótimo assunto pra se refletir um pouco, também sou a favor de qualidade.

    att,
    http://www.just-livros.blogspot.com/
    Tem Promoção no Blog!

    ResponderExcluir
  10. Nem fale Gê! Acho que o nosso maior vilão hoje em dia, quero dizer, das leituras, é que há muitos - muitos! - livros sendo lançados ao mesmo tempo, e a gente fica nessa loucura, querendo ler tudo ao mesmo tempo. Acredito que esse seja o maior motivo para as listas com mais de 100 leituras por ano kkkk Como a gente pode ler tranquilamente, degustando página a página de um livro se a cada dia aparece um novo tão interessante quanto? kkk E como escolher um só entre tantos?

    Adorei o post!
    Carol - Open Page

    ResponderExcluir
  11. Assim, eu gosto de ler muitos livros pq gosto de ampliar minha sabedoria. Poucas pessoas no mund leem para isso, muitos leem por diversão e é o que gera isso, essa competição de ler mais. Mas eu leio por diversão, ampliar meu conhecimento, vocabulário, culturas e etc. Agora, eu concordo, prefiro qualidade, mas eu leio rapido quando o livro tá chato e quero achar a parte legal logo o.O E acho que muitos tentam ler rápido um livro que não é aquela coisa sensacional para eles e então eles tentam ler rápido para ve se acha algo bom mesm no livro.

    http://travelingamongworlds.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir