Menu

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Maus exemplos literários - os delas!

Literalmente falando, cada personagem nos livros é de um jeito. Afinal geralmente são seres humanos e humanos não são figurinhas repetidas. Seja no físico ou no temperamento. Todos são diferentes.Levando mais para o lado feminino da coisa, elas podem ser dóceis, tímidas, divertidas, mas também insuportavelmente briguentas, enjoadas, reclamonas, orgulhosas, sentimentais: dramáticas, dependentes, arrependidas, e assim vai.
Os livros são repletos dessas mulheres que além de nos divertir/emocionar são um manual vivo de "O que fazer se você quiser ter sérios problemas futuramente!" Tudo bem ser fã de tal persona só que galerinha, não precisava nem dizer, mas vamos fazer uma forcinha para não seguir os maus exemplos, ok?
Separei algumas personagens e seus exemplos que não devem ser seguidos.Tenho certeza que vocês vão concordar comigo. Vamos ver?


                                                        Mia, a reclamona
  
A Mia, do Diário da Princesa um belo dia descobre ser uma princesa da Europa, descobre também que nada na grana, e o que ela faz? Começa a reclamar e nem faz questão de parar. Que tristeza não? Ser uma princesa, no melhor estilo conto de fadas moderno, ganhar banho de loja, ficar discretamente famosa, ter que aprender sobre ser uma princesa. Realmente triste! Alguém tem uma caixinha de lenços?  Vamos chorar por ela! Talvez eu esteja sendo um pouco mal com a Thermopolis, na verdade adoro a personagem, já ri demais com as situações que ela passa, mas isso irrita. Mia vive o sonho que praticamente toda menina já teve/tem e trata isso como se fosse um castigo dos mais infernais. O pior que as vezes somos assim. Temos tudo, nossa vida vai relativamente bem e não conseguimos calar a boca e parar de reclamar. Mia reclamava sendo que tinha muita gente numa pior maior que a dela e quando me dá essas crises tento pensar em coisas assim: aí impeço a Mia de entrar em mim!


                                    Bella, a dependente
   
Eu sei que muita gente ama crepúsculo, mas até os adoradores mais fiéis da saga tem de 
concordar: Bella é o sinônimo da dependência. Ela não consegue viver sem Edward, nem por um segundo, para absolutamente  tudo, Swan necessita dele, as mais apaixonadas devem estar dizendo: "Mas Geovanna, isso é tão romântico!" Ok, é sim confesso,só que tudo que é  exagerado estraga. Sua mãe nunca falou isso? Então, muito grude, muita dependência, muito "Não consigo nem me mover sem você por perto" é prejudicial para você em si e em qualquer relacionamento. A não ser que você queira levar um "Adeus" (falando gentilmente sobre o famoso pé) não repita esse exemplo, ninguém gosta disso, enjoa, salvo se o cara te considerar uma deusa e está disposto a morrer por você (mas mesmo assim cuidado com o excesso) ou se for o próprio Edward Cullen, aquele vampiro que te faz visitinhas noturnas ( só para ver se você consegue dormir sozinha) mas é meio difícil isso acontecer, pois ele é só um e não há exemplares a venda. Nada de depender demais, estamos combinadas?

                   
                                                       Tally, a traidora

Em Feios a Tally, se vê desafiada a trair seus amigos, quebrar promessas, derrubar tudo aquilo que um dia  jurou lealdade. Situação difícil a dela. Estamos sujeitos a viver algo semelhante, mas vale lembrar, que por mais inofensiva que possa parecer a atitude, ela pode se tornar um monstro e pronto! Acaba com sua vida! Traição é o fim, um bomba atômica prestes a explodir. Cuidado, cuidado. Além do mais, é péssima a sensação de ser enganado, ter confiado e não terem cumprido a outra parte do trato então vamos agir como queremos que nos trate,sem falar que isso pode gerar um arrependimento...


                                           Ronnie, a dona da razão


Houve recentemente a resenha de A última música, e se falando sobre maus exemplos é impossível não lembrar da Ronnie. Ela é a prova vive de que  más atitudes é cavar a própria cova. Quem leu sabe. Ela constantemente deixa a Mia entrar porque reclama demais, mas seu foco é o "estar sempre com a razão". As coisas não vão nada bem para ela e sua família, e mimada, ela é incapaz de ver além, de compreender, sai culpando a todos, condenando, maltratando, desfazendo das pessoas que mais a amam, batendo o pé e gritando que estava com a razão e ponto final. E como ela sofreu por isso! Da pior maneira, tendo de suportar a maior dor. Todos temos um pouquinho de Ronnie dentro de si, mas é bom não deixar ela tomar muito espaço, assim como a personagem passou por maus bocados podemos passar pelo mesmo, ou sofrer até mais!


                       Lizzie, a bocuda e Em, a arrependida

A Lizzie, de Rainha da fofoca é uma figuraçae a todo momento, se estrepa porque não consegue manter a boca fechada, vai soltando pérolas por onde passa, só arranjando confusão para seu lado.
É eu sei, que pode ser difícil ter aquele segredo alheio ou aquela fofoca quentinha implorando para sair da sua boca e não poder contar, mas vamos usar o bom senso e se calar, se for preciso tapar os ouvidos e costurar o bocão. Uma vez com fama de fofoqueiro, sempre fofoqueiro! Reputação manchada, as pessoas não se dão ao trabalho de confiar... Outra é um ótimo exemplo para não se inspira,r é a Emerson de Cabeça de Vento.
Ela teve a vida mudada de uma hora para outra, sem direito a voltar atrás e aí veio o peso na consciência: "Tanta coisa eu não fiz, fiquei adiando e agora, não posso voltar o tempo, perdi a oportunidade de realizar." É de cortar o coração ver e sentir a dor dela e ser tão onipotente como ela. Não dá pra concertar seu erro e o arrependimento é gritante. Então gente, vamos abandonar o medo, a insegurança, vamos largar a falta de vergonha e fazer as coisas agora! Sem deixar para amanhã pois ele pode nunca chegar!


                                    Bridget, a rainha do mau exemplo!


Deixei dona Bridget, e seu diário para o final,e a menos que você queira ter uma vida caótica, não siga os nobres (nem tanto) exemplos de Bridget Jones. Ela já chegou na casa dos trinta anos, bebe, fuma, come, reclama, briga demais e é uma fazedora de situações envergonhantes de mão cheia. E mesmo sabendo que precisa mudar, as vezes demora par por o plano em ação. Não se dá bem com a mãe, é dramática e tem uma auto estima que beira lá no chão. Dá vontade de dizer: "Ôh mulher!! Larga da besteira de se achar feia!"Baixa auto estima é sério! Pode trazer sérios problemas,te fazer gastar uma grana preta com psicólogo, atrapalhar todas as áreas da sua vida, por isso a Jones merece o título de rainha dos maus exemplos! Leiam seu livro e se divirtam só não imitem seu comportamento!


Recomendo todos os livros citados, são ótimos e as personagens apesar de seus lados negros totalmente humanos nos ensinam muitas coisas e também tem um ladinho adorável. *Risos* Não precisam ter medo de ler pois elas não vão saltar das páginas e morder! Garanto! Gostaram? Que tal um Maus exemplos masculinos? Os deles?

6 comentários:

  1. Amo a maioria dos que você citou, outros não li, mas quero e muito!
    Eu colocaria a Ronnie de reclamona e a Mia de Drama Queen, mas o que você escreveu de ambas é total verdade! E eu também amo os dois livros (no caso da Mia, a série hehe)
    Também concordo com você sobre a dependência da Bella. Achei lindo o livro, amei, mas ela é extremamente dependente e, ao meu ver, a gente não pode deixar que nossa felicidade dependa de alguém.
    Adorei o post, pra variar!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Super legal o post!

    Não li todos os livros daí, mas concordo que a bella é dependente rsrs

    Beeijos!

    Bia | Blog Livros e Atitudes

    ResponderExcluir
  3. Saudações!
    Seu blog é super fofo! Adoro o template dele *~*'
    Concordo com tudo o que você falou, quando eu lia O Diário da Princesa eu queria entrar no livro e dar um jeito de sacudir a Mia de tanta frescura!

    Deixei um monte de selinhos para você no meu blog, passa lá e pega eles! ;]

    www.nerdrockergirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu Post... E o Blog é realmente interessante.. Sempre venho fazer uma visitinha para apreciar a dedicação ao Blog. Muito Obrigada pelo Prazer de olhar os posts incriveis feitos por vocÊ Geovanna.
    http://so-soline.blogspot.com
    ( Quer dar a sua opnião de livro Favorito, e sua opnião sobres este? so.soline.@hotmail.com - preciso de você)
    Bjos galera

    ResponderExcluir
  5. Amei o Post, o seu Blog é realmente interessante. Sempre dou uma passadinha por aqui para apreciar a sua dedicação ao Blog.
    Amei tbm sobre a Ronnie... engraçado...
    Obrigada por me dar o prazer de sentir uma energia tão boa da Área* da leitura.
    http://so-soline.blogspot.com
    ( Quer dar a sua opnião sobre seu livro favorito? qual é? Vá lá e me mande um e-mail: so.soline@hotmail.com - Prteciso de Você)
    Beijos e ate logo

    ResponderExcluir
  6. Achei o post super divertido apesar que adoro a maioria das personagens! São exatamente essas falhas que a fazem torna-se mais reais para nós! Ninguém é perfeito e nos livros não poderia ser diferente! Mas a Bridget retrata milhões de mulheres na face da terra e sempre consegue sair das situações mais embaraçosas com muito senso de humor, com certeza é uma das minhas personagens preferidas de todas! ^^

    Concordo totalmente que a Bella é super dependente mas gosto muito da saga Twilight, pelo menos naquele contexto parece super natural, mas realmente ninguém deveria seguir o exemplo rs!!

    A Ronnie é uma reclamona de mão cheia mas era justamente isso que o Sparks queria passar! Dava vontade de entrar no livro e dar um peteleco pra ver se ela acordava mas felizmente não foi preciso, o próprio Sparks se encarregou disso e pouco a pouco foi possível visualizar o aparente amadurecimento da personagem!

    Adorei o post (como sempre)!
    Bjs! :*

    ResponderExcluir